domingo, julho 3, 2022

Idiomas Chinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianKoreanPortugueseSpanish

spot_img
InícioNotíciasNegóciosBalneário Camboriú quer ser a primeira cidade da América Latina com criptomoeda...

Balneário Camboriú quer ser a primeira cidade da América Latina com criptomoeda própria

O 'BC Token', com previsão de lançamento para setemebro, está sendo desenvolvido em parceria com a IHit Full HUB e Wayne Soluções Digitais

Balneário Camboriú planeja lançar sua criptomoeda exclusiva para pagamentos e recebimentos em setembro, chamada BC Token. Com isso, a cidade, em Santa Catarina, pretende ser a primeira da América Latina a ter sua moeda digital própria.

A startup IHit Full HUB está à frente do projeto irá colocar a BC Token em circulação  para utilização no dia a dia do comércio local, além da aquisição de bens e serviços. A criação do token foi feita pela empresa Wayne Soluções Digitais.

Pensado para fazer parte do dia a dia financeiro de qualquer pessoa na cidade, de turistas a comerciantes, passando por investidores, o BC Token vai se valorizar à medida que ganhar volume de mercado, da mesma maneira que aconteceu com moedas digitais como o Bitcoin, por exemplo”, explicou o empresário e CEO da IHit, Anderson de Almeida.

De acordo com o executivo, a plataforma do token também vai suportar funções comerciais conectadas ao metaverso, como visitas virtuais a imóveis na cidade para compra, venda ou locação; vantagens como descontos nas transações de turismo e entretenimento em Balneário Camboriú; a possibilidade de trocar o token a qualquer momento para o real.

O BC Token será um ativo e, também, uma plataforma de NFTs para o metaverso com imagens geradas pelos próprios usuários com ferramentas tecnológicas acessíveis. Balneário Camboriú é o nosso laboratório, vamos inovar nesta cidade que é vanguardista por natureza, mas o plano da iHit Full HUB é ativar moedas virtuais em outros municípios do Brasil ainda este ano”, acrescentou Anderson

A startup também prometeu uma pré-venda em, no máximo, 60 dias aos interessados em adquirir o BC Token com valor inferior ao de lançamento, previsto para acontecer um setembro, quando os criptoativos poderão ser negociados através das plataformas das exchanges descentralizadas (DEX).

(adaptado da matéria do Cointelegraph Brasil)

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

+ LIDOS