quarta-feira, agosto 17, 2022

Idiomas Chinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianKoreanPortugueseSpanish

spot_img
InícioNotíciasEx-diretor do OpenSea é preso e acusado de insider trading de NFTs

Ex-diretor do OpenSea é preso e acusado de insider trading de NFTs

Autoridades do DOJ dizem que é a primeira vez que processam uma acusação de insider trading envolvendo ativos digitais

Na última quarta-feira (1), Nathaniel Chastain, ex-gerente de produto do OpenSea, foi preso por promotores do Distrito Sul de Nova York.

O executivo de 31 anos enfrenta uma acusação de fraude eletrônica e uma acusação de lavagem de dinheiro, em conexão com um esquema para cometer insider trading em NFTs, “usando informações confidenciais sobre quais NFTs seriam apresentados na página inicial do OpenSea para seu ganho financeiro pessoal.”

Cada acusação acarreta uma sentença máxima de 20 anos de prisão, escreveu o Departamento de Justiça em um comunicado à imprensa.

Autoridades do DOJ dizem que é a primeira vez que processam uma acusação de insider trading envolvendo ativos digitais.

De acordo com a acusação, Chastain foi encarregado de selecionar NFTs para serem apresentados na página inicial da OpenSeas. O marketplace manteve essas seleções da página inicial confidenciais até que elas fossem ao ar, uma vez que uma listagem da página principal geralmente se traduzia em um salto no preço tanto do NFT em destaque quanto dos feitos pelo mesmo criador.

De junho a setembro de 2021, Chastain teria comprado, secretamente, um NFT pouco antes do site apresentar a peça na primeira página. Uma vez que esses NFTs chegassem à página principal, ele supostamente os venderia “com lucros de duas a cinco vezes seu preço de compra inicial”.

Para encobrir seus rastros, ele realizou transações com carteiras digitais e contas anônimas no OpenSea. De acordo com o DOJ, isso aconteceu dezenas de vezes.

NFTs podem ser novos, mas este tipo de esquema criminoso não é”, disse o procurador Damian Williams. “As acusações de hoje demonstram o compromisso deste Escritório em acabar com o uso de informações privilegiadas – seja no mercado de ações ou no blockchain.”

O diretor-assistente do FBI, Michael J. Driscoll, diz que a agência continuará a perseguir agressivamente pessoas que optam por manipular o mercado dessa maneira.

Vale lembrar que, em setembro de 2021, Chastain já havia sido acusado de tais práticas por usuários no Twitter. Após isso, ele se desligou da empresa.

Desde então, o OpenSea implementou duas novas políticas para funcionários, incluindo proibir os membros da equipe de comprar ou vender de coleções ou criadores enquanto estão sendo apresentados ou promovidos pela empresa, além de impedir que os funcionários “usem informações confidenciais para comprar ou vender quaisquer NFTs , esteja disponível na plataforma OpenSea ou não.”

(via CNBC)

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

+ LIDOS