domingo, fevereiro 5, 2023

Idiomas Chinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianKoreanPortugueseSpanish

spot_img
InícioNotíciasNegóciosMeta demite mais de 11 mil funcionários, e Zuckerberg assume responsabilidade pela...

Meta demite mais de 11 mil funcionários, e Zuckerberg assume responsabilidade pela decisão

Executivo admite excesso de otimismo e afirma que demissões são necessárias para que a empresa seja mais enxuta

A Meta demitiu, nesta quarta-feira (9), mais de 11 mil funcionários, cerca de 13% do quadro global, como parte de uma ampla reestruturação para cortar custos do negócio.

Mark Zuckerberg, presidente-executivo, afirma que essa é uma das medidas que a empresa vai tomar e que esse momento é um dos “mais difíceis da história da Meta”. Ele disparou uma carta aos funcionários da empresa hoje, que foi divulgada no site da companhia.

Na mensagem, o executivo assumiu a responsabilidade pela decisão e afirmou que as demissões são necessárias para que a empresa seja mais enxuta e eficiente. Além disso, ele afirma que as contratações estão “congeladas” até o primeiro trimestre de 2023.

“Teremos um pequeno número de exceções. Vou observar nosso desempenho comercial, eficiência operacional e outros fatores macroeconômicos para determinar se e quando devemos retomar as contratações. Isso nos dará a capacidade de controlar nossa estrutura de custos no caso de uma desaceleração econômica contínua”, afirma Zuckerberg na carta pública.

Em seu último relatório, a Meta informou que tinha 87 mil funcionários ao redor do mundo. Só nos últimos dois anos, a empresa adicionou mais de 27 mil pessoas aos times, aproveitando o crescimento que a internet e as redes sociais registraram durante a pandemia.

Rumores sobre essa demissão em massa, que pode ser a maior do setor de tecnologia em 2022, já circulavam desde segunda-feira (7). Os funcionários demitidos foram bloqueados nos sistemas Meta, mas tiveram acesso a suas contas de e-mail “para que todos pudessem se despedir”.

A empresa diz que vai pagar quatro meses de salários aos empregados afetados no corte, mais uma semana extra de pagamento por cada ano de serviço na empresa.

Via infomoney

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

+ LIDOS