domingo, julho 3, 2022

Idiomas Chinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianKoreanPortugueseSpanish

spot_img
InícioNotíciasPolygon diz que vai zerar pegadas de carbono este ano

Polygon diz que vai zerar pegadas de carbono este ano

"Esse compromisso com a sustentabilidade é um reconhecimento do importante papel que desempenhamos no ecossistema e nossa responsabilidade de liderar pelo exemplo"

A Polygon, parceira oficial do NFT.NYC 2022, anunciou seus planos de zerar suas pegadas de carbono este ano.

Através de um manifesto chamado “The Green Manifest“, a rede afirmou que eliminará toda a dívida de carbono da rede desde o seu início e, em seguida, se tornará negativa em carbono em 2022.

Isso significa que cada transação – um NFT mintado por um artista, um comércio DeFi que capacita a autonomia econômica individual, um token ligado a um projeto construindo na rede – será contabilizada, e seu impacto ambiental será compensado.

A rede também está criando uma vertical de compensação climática dentro de seu ecossistema e prometeu US$ 20 milhões para uma série de iniciativas comunitárias, incluindo o financiamento de projetos que utilizam tecnologia para combater as mudanças climáticas.

imagem via Polygon

De início, a Polygon está comprando US$ 400.000 em créditos de carbono BCT e MCO2 rastreáveis e de alta qualidade, o equivalente a aproximadamente 90.000 toneladas de emissões de CO2. As compensações serão retiradas seletivamente de dentro dos pools de tokens de carbono que atendem aos mais altos padrões de adicionalidade e impacto ambiental positivo.

As ações serão feitas em parceria com o KlimaDAO, um coletivo descentralizado de ambientalistas, desenvolvedores e empreendedores, amplamente reconhecido como o proponente mais importante de facilitar o nascente mercado de carbono on-chain. Este será responsável por analisar a pegada de energia da rede e apoiar sua estratégia de gerenciamento e mitigação de emissões.

“Nossas medidas descritas podem eliminar as emissões do ecossistema Polygon, mas isso não é suficiente para efetuar o tipo de mudança necessária para combater a crise climática em escala”, disse Sandeep Nailwal, co-fundador da Polygon. “Juntamente com a Polygon, a indústria de blockchain mais ampla precisa formar uma frente unida para financiar, apoiar e alavancar a tecnologia que ajuda a curar a Terra, em vez de destruí-la”.

A promessa de sustentabilidade da Polygon vem antes da transição da Ethereum para um mecanismo de consenso de Prova de Participação (Proof of Stake ou PoS), que reduzirá o consumo de energia da rede em quase 99%. Após a transição e a conclusão da análise CCRI, a Polygon irá além da neutralidade de carbono para atingir o status de carbono negativo.

Esse compromisso com a sustentabilidade é um reconhecimento do importante papel que desempenhamos no ecossistema e nossa responsabilidade de liderar pelo exemplo.”

(via Polygon)

NOTÍCIAS RELACIONADAS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

+ LIDOS