quinta-feira, maio 19, 2022

Idiomas Chinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianKoreanPortugueseSpanish

spot_img
Home Artes Originárias Zahy Guajajara Zahy Guajajara – Céu Ancestral

Zahy Guajajara - Céu Ancestral

Colagem Digital.

Crianças indígenas mergulham, saltam e flutuam no céu onde apenas os “salvos” poderiam habitar. A mulher indígena com o peito aberto carrega em seu colo uma criança bem vestida de sua ancestralidade. A mulher carrega um peso sobre a sua cabeça, o peso de chegar aos céus.

Tags:

Zahy é Multi Artista, Multimídia e parte intrínseca da luta por existência e representatividade.

Cantora, Atriz, Artista Visual, Poetisa, Escritora, Fotógrafa e Videoperformer, participou com papel de destaque da série “Dois Irmãos” na TV Globo, protagonizou o longa metragem “Não Devore o Meu Coração”, dirigido por Felipe Bragança, contracenando com o Kauã Reymond, participou da Mostra “Dja Guata Porã” no Museu de Arte do Rio (MAR), com a vídeo performance “Aiku’è” e atuou com papel de destaque na peça “Macunaíma: Uma Odisseia Musical”, dirigida por Bia Lessa.

Fluente na língua Guajajara e no português, Zahy Guajajara, da etnia de mesmo nome situada no Maranhão, ganhou destaque com trabalhos feitos para o cinema e TV. Ela trabalhava como agente de saúde no município maranhense de Barra do Corda ajudando mulheres grávidas que não falavam português nos exames e na hora do parto. Aos 19 anos, decidida a se mudar pro Rio de Janeiro, enfrentou oposição da família e da aldeia.

Zahy fez das artes seu ativismo. "É claro que também existe muito preconceito em relação à presença de indígenas na TV, no cinema, no teatro. Os indígenas já são artistas genuínos: são grandes artesãos, cantores e dançarinos natos. O que falta é oportunidade de mostrar o quão bom eles são. Estão surgindo índios cineastas, fotógrafos, cantores, que buscam formas de mostrar nossa cultura no meio artístico".

Avaliações

Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto podem deixar uma avaliação.

Galerias Recomendadas