quarta-feira, abril 17, 2024

Idiomas Chinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianKoreanPortugueseSpanish

InícioNotíciasGamesJogo de futebol da FIFA domina setor de NFTs da Ripple

Jogo de futebol da FIFA domina setor de NFTs da Ripple

No cenário em constante evolução dos NFTs, o FIFA World Cup AI League surgiu como um destaque no XRP Ledger da Ripple

De acordo com dados do explorador Bithomp, este jogo de gerenciamento de futebol impulsionado por inteligência artificial representou 88,7% de todos os novos NFTs criados no XRPL nos últimos 30 dias, totalizando 428.000 NFTs.

Esse feito solidificou a posição do jogo como o principal criador de NFTs no XRP Ledger. Os NFTs na Ripple vêm ganhando popularidade apesar do XRP não ser uma plataforma tradicional de contratos inteligentes e apesar da baixa no mercado de NFTs.

De acordo com o portal oficial, o FIFA World Cup AI League oferece aos jogadores uma experiência única, permitindo que eles gerenciem sua própria equipe de jogadores de futebol com inteligência artificial.

Com ênfase em jogabilidade estratégica, os gerentes podem combinar habilidades de IA e combinações de jogadores para otimizar o desempenho em partidas contra equipes de todo o mundo.

NFTs na Ripple

Desenvolvida por meio de uma colaboração entre a Futureverse, uma fundação tecnológica e cultural para o metaverso aberto, e a FIFA, o FIFA World Cup AI League tem chamado a atenção por sua abordagem inovadora ao combinar tecnologia de IA com jogos esportivos.

O contexto mais amplo do XRP Ledger revela um total de 2,11 milhões de NFTs, com modestos 156.936 anúncios de compra e venda ativos.

No contexto mais amplo, nesta semana, a juíza do Tribunal Distrital Analisa Torres rejeitou a moção da Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) para recorrer da decisão favorável à Ripple Labs no caso SEC x Ripple envolvendo o token XRP.

Publicidade

A juíza Torres negou a moção da SEC, alegando que o órgão regulador não conseguiu atender ao ônus de mostrar que havia questões de interpretação da lei ou que havia motivos substanciais para diferenças de opinião sobre o assunto.

No entanto, a decisão não representa uma derrota definitiva para o órgão regulador, já que Torres agendou um julgamento para tratar das questões pendentes sobre o assunto para 23 de abril de 2024.

Via criptofacil

NOTÍCIAS RELACIONADAS

+ LIDOS