sábado, julho 13, 2024

Idiomas Chinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianKoreanPortugueseSpanish

InícioNotíciasEsportesMercado Bitcoin irá lançar time de futebol gerido no metaverso

Mercado Bitcoin irá lançar time de futebol gerido no metaverso

O time, por enquanto chamado de Metaverse DAO Football Team, deve ser lançado oficialmente durante a Copa do Mundo

Na última sexta-feira (27), a exchange anunciou que pretende lançar um time de futebol próprio com uma gestão baseada em ativos digitais no metaverso.

O lançamento oficial deve ocorrer entre novembro e dezembro deste ano, durante a Copa do Mundo. A estreia, nas categorias masculina e feminina, está prevista para 2024. Por enquanto, o time se chama Metaverse DAO Football Team.

Também será criada uma DAO (Organização Autônoma Descentralizada) para abrir o processo de tomada de decisões para todas as pessoas que possuírem tokens oficiais do projeto.

Os detentores desses tokens participarão do processo de construção do time desde a escolha do nome, uniformes e numeração dos jogadores. Quem possuir um token também poderá vender o ativo digital no mercado secundário, mas caberá ao coletivo de participantes da DAO se o valor obtido ficará integralmente com o proprietário ou se será repartido entre todos ou direcionado para os cofres do clube.

Segundo o Mercado Bitcoin, os tokens do time serão vendidos para financiar a comissão técnica e as peneiras que serão realizadas em 2023. No entanto, os clientes da exchange receberão os ativos de graça, em um airdrop.

“A expectativa é definir em janeiro de 2023 a comissão técnica, para fazer entre março e junho, uma peneira nacional, passando por todos os estados brasileiros em busca de talentos para formar as equipes sub-21, tanto masculino quanto feminino”, explica Sérgio Veiga, diretor de patrocínios do Mercado Bitcoin.

A gestão descentralizada será formada por detentores de 100 milhões de tokens. As primeiras unidades serão emitidas no lançamento, durante a Copa do Mundo do Qatar, e o restante em 2023.

Queremos mostrar que existe uma maneira muito mais inteligente de gerir uma equipe e estamos certos de que esse caminho é possível”, explica Veiga.

(adaptado da matéria do InfoMoney)

NOTÍCIAS RELACIONADAS

+ LIDOS