sexta-feira, julho 19, 2024

Idiomas Chinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianKoreanPortugueseSpanish

InícioNotíciasEducaçãoUnesco pede regras sobre o uso de Inteligência Artificial nas escolas

Unesco pede regras sobre o uso de Inteligência Artificial nas escolas

A Unesco pediu nesta quinta-feira (7) aos governos regras sobre o uso de Inteligência Artificial (IA), como o robô conversacional ChatGPT, nas escolas

Em um guia que publicado nesta quinta-feira, Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura considera que as autoridades públicas não estão preparadas para lidar com os problemas éticos que incluem os programas de Inteligência Artificial nas escolas. 

O guia sugere que os governos definam uma idade mínima de pelo menos 13 anos para o uso de IA nas escolas. 

Pela lei dos Estados Unidos, o ChatGPT já estabeleceu este limite para os seus usuários, mas “muitos analistas consideram este limite muito baixo e pedem que seja de 16 anos”, diz o relatório.

A substituição de professores por estes programas pode afetar o bem-estar emocional das crianças e torná-las mais vulneráveis à manipulação, alertou a agência com sede em Paris. 

Segundo a diretora-geral da Unesco, Audrey Azoulay, citada no comunicado, a IA “pode ser uma oportunidade incrível para o desenvolvimento humano, mas também pode ser uma fonte de danos”.

“Não deve ser integrada na educação sem o compromisso público e sem garantias e regras governamentais sólidas”, acrescentou. 

Os programas de IA acessíveis ao público em geral se multiplicaram desde o final de 2022.

Este crescimento suscitou receios sobre novas formas de plágio ou trapaça nas escolas e universidades, sem diminuir a atratividade de um mercado educativo considerado potencialmente muito lucrativo. 

NOTÍCIAS RELACIONADAS

+ LIDOS