sexta-feira, julho 12, 2024

Idiomas Chinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianKoreanPortugueseSpanish

InícioNotíciasGoverno e RegulamentaçãoUm milhão de brasileiros já têm nova cédula de identidade tokenizada

Um milhão de brasileiros já têm nova cédula de identidade tokenizada

Documento aumenta a segurança, diminui a burocracia e melhora a identificação dos brasileiros

A nova Carteira de Identidade Nacional (CIN), anunciada pelo Governo Federal, integra dados do RG com CPF através da Blockchain em um documento único. Um milhão de brasileiros em 12 estados já tem a CIN tokenizada.

Moradores do Acre, Alagoas, Amazonas, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Santa Catarina já podem emitir o documento digital.

O Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos (MGI) quer integrar os outros estados até novembro desde ano.

“Estamos atingindo 1 milhão de emissões, com 12 estados integrados. Vamos mudar a estrutura, com o CPF como login único. E vamos sair de uma solução de comunicação via API por uma solução de blockchain com o Serpro como parceiro. Isso permitirá uma maior celeridade na troca de informações e de atualização da situação do CPF”, explica o secretário de Governo Digital do Ministério da Gestão, Rogério Mascarenhas.

Uma das vantagens da nova carteira de identidade nacional é a segurança e rastreabilidade que a Blockchain garante. Será emitido apenas um token por CPF integrado a apenas um número de RG.

Fraudes com RGs também deixarão de existir

Mascarenhas disse, em um programa da CDTV, que esse era um problema que o “Brasil persegue desde a década de 1980”.

Antes, era possível que uma mesma pessoa tivesse um número de RG por estado, além do CPF. Com a CIN, o cidadão passa a ter apenas um número de identificação. Além do formato digital que fica disponível no aplicativo GOV.BR, conforme explica o comunicado do Ministério da Gestão e da Inovação.

A troca pelo novo modelo é gratuita e ainda simplifica a identificação dos brasileiros, reduzindo a burocracia e ampliando a segurança, já que o número do CPF é único e válido em todo o Brasil, afirma o secretário. 

Modelo Phygital

Emitida nos modelos em papel e policarbonato (plástico), a nova carteira tem um QR Code para verificar a autenticidade do documento, saber se foi furtado ou extraviado. E tudo pode ser checado e confirmado com qualquer smartphone.

“É um documento que poderá ser utilizado inclusive em viagens, em breve devemos ter novidades sobre este tema”, revelou Mascarenhas. 

Como emitir a CNI tokenizada

A partir do recebimento do documento impresso, as pessoas já podem acessar o aplicativo do GOV.BR para baixar a CIN em formato digital.

O processo é similar ao que já ocorre com a CNH. Após o login, aparece o ícone ‘Carteira de documentos’ na tela inicial, bastando clicar no botão ‘+’, escolher ‘Carteira de Identidade’ e ir em “Adicionar Documento’ para ter acesso à CIN Digital. 

Via beincrypto

NOTÍCIAS RELACIONADAS

+ LIDOS